Castelo de Sesimbra

Rua Nossa Senhora do Castelo, 11, 2970 Sesimbra
Minutos de Visita

Horário

  • Verão: todos os dias, das 7 às 20 horas
  • Inverno: todos os dias, das 7 às 19 horas

Outra Informação


Castelo de Sesimbra

Classificado como Monumento Nacional em 16 de junho de 1910, o Castelo de Sesimbra é o último dos Castelos sobre o mar, que chegaram, bem preservados, até aos nossos dias.

O Castelo de Sesimbra é o último dos castelos portugueses sobre o mar a manter a traça medieval. Foi classificado como Monumento Nacional em 16 de junho de 1910 e reúne vários motivos de interesse. As suas muralhas têm uma vista única sobre a vila e sobre o mar.

No seu interior existem duas exposições permanentes sobre a sua história, centro de interpretação do património, igreja e um cemitério desativado. Disponibiliza também um circuito museológico que permite ao visitante, de forma autónoma, usufruir dos diversos pontos de interesse do imóvel. Os visitantes podem percorrer as muralhas e desfrutar de uma vista privilegiada da vila de Sesimbra e da região. A cafetaria com esplanada disponibiliza alguns produtos locais. Destaca-se na paisagem pela sua imponência.

História

As origens do Castelo de Sesimbra remontam ao século IX, período da ocupação muçulmana do território. Em 1165 é conquistado por D. Afonso Henriques, e em 1191 é perdido para os Almóadas. A sua reconquista definitiva dá-se por iniciativa de D. Sancho I, em 1199, monarca que atribui o primeiro foral à vila de Sesimbra, então sediada no interior do monumento.

Ao longo de toda a Idade Média, e dada a sua importância estratégica na defesa das fronteiras marítimas e terrestres do reino, o Castelo é alvo de inúmeras ampliações.

A partir do século XV, com o desenvolvimento de atividades marítimas como a pesca ou a construção naval, na Póvoa Ribeirinha, a população vai-se sediando, progressivamente, junto à baía. Em 1516, ano da Visitação de D. Jorge de Lencastre, Mestre da Ordem de Santiago, apresentava já evidentes sinais de abandono, que se foram acentuando ao longo dos séculos seguintes. O avançado estado de ruína do monumento acaba por ser travado entre 1933 e 1945, com as obras de conservação promovidas pela Direção Geral de Edifícios e Monumentos Nacionais.

Plano e estrutura

Apresenta planta irregular, ocupando todo o topo da encosta. O lado nascente é composto pela alcáçova com a torre de menagem e os torreões, enquanto o restante perímetro comporta a cerca vilã, protegida nas portas por torreões e no seu extremo poente por uma torre.


Dicas para o turista

  • Um percurso pedonal com cerca de 600 metros liga a zona do Valparaíso, na parte alta da vila de Sesimbra, à Porta do Sol, uma das entradas do Castelo.
  • De carro, a distância entre a vila de Sesimbra e o Castelo ronda os 2,5 quilómetros.
  • No interior das muralhas existe estacionamento gratuito para viaturas ligeiras e autocarros, wi-fi e cafetaria.
  • Em cerca de uma hora e meia é possível visitar e conhecer todo o monumento.
  • O centro de Interpretação disponibiliza informação sobre os principais pontos de interesse culturais e naturais do concelho

Plano de Visita

  • 1

    Igreja de Nossa Senhora da Consolação do Castelo

  • 2

    Ruínas Medievais: Casa da Vereação e Antigo Hospital do Corpo Santo

  • 3

    Alcáçova e Torre de Menagem

  • 4

    Porta do Sol

  • 5

    Baluarte

  • 6

    Torre Nova



Explorar outras categorias