G.R.E.S. Saltaricos do Castelo

G.R.E.S. Saltaricos do Castelo


Letra do Enredo

Vem do Vale do México a história que vamos contar
Seu povo bravura e a agricultura se fez semear
Pula que nem pipoca, é ouro, é maçaroca

O Sol, Deus é o Sol até fincar a cruz o espanhol

Dois Impérios destruídos, Incas e Maias vencidos
Fim de uma civilização e o recomeço? Miscigenação
E o México, tanto lutou que conquistou
A Independência que sonhou, viva a revolução!

Para bailar la bamba eu vou de samba, eu vou de samba!

Na culinária não tem igual, a mexicana tão sensual
Uma tequila, pra relaxar, em Acapulco é que eu vou mergulhar
Tem arte, tem arte na minha canção

O México, mexe com meu coração
Mas a nuvem negra fez um sol escuro
Não tenho forças pra pular o muro
Desigualdade entre irmãos…
É, somos latinos somos gente forte
Adeus América do Norte que um dia foi meu chão…
O sol há de brilhar mais uma vez
E os Saltaricos vêm mostrar o que esse povo fez

Mexe, mexe, mexe… Mexicoração
Aqui tudo é bom, aqui tudo é belo
Saltaricos do Castelo

Data de fundação
Novembro 1983

Correio electrónico
es.saltaricoscastelo@hotmail.com

Contacto
967031611 (Nelson Gaboleiro)

Enredo
Para bailar la bamba se necessita una poca de gracia….La vida es un Carnaval

Autor do Enredo
Flávio Lopes

Carnavalesco
Flávio Lopes

Numero de Desfilantes
98

Samba de enredo
Para bailar la bamba se necessita una poca de gracia….La vida es un Carnaval

Autor do samba de enredo
Tércio Borges


Explorar outras categorias