G.R.E.S. Corvo de Prata

G.R.E.S. Corvo de Prata

 

Letra do Enredo

Vou cantar o samba que vem dos terreiros de orixás
Se projetou galaticamente
O mundo inteiro pede bis
Hoje a maior festa do planeta
Genuína cultura do meu país
Brasil ou meu Brasil
Sua beleza que fez o mundo encantar
No meu Rio de janeiro onde o samba foi morar
A genialidade do artista surgiu
Este é o meu Brasil

Batucada no Terreiro eu vou sambar
Vou ficar de perna bamba quando o dia clarear
Clareia o astro rei clareia o meu caminhar

Eu vou seguir de mãos dadas na força e na fé levando como Deus quiser
Vou trilhar o meu caminho de luz
Eu vou com tudo que sou
Eu vou na passarela do samba estou
Com muito samba no pé eu chego a onde quiser
Remando contra a maré
É só acreditar que o samba é força, união e fé
Ooooo
Nasci no samba me criei na bohemia
Ooooo
O samba é o meu cantar
Deus abençoe a nossa união
Em prol do samba em uma só voz
Corvo de Prata e parcela 6
A nois aqui través

Data de fundação:
21 de Junho de 2011

Correio electrónico:
grescorvodeprata@gmail.com

Contacto
938545252 (João Marquês)

Enredo
O Samba é uma União

Autor do Enredo
João Gatinho

Carnavalesco
João Gatinho

Numero de Desfilantes
145

Samba de enredo
O Samba é uma União

Autor do samba de enredo
Reinaldo Silva e Marcelo Pereira


Explorar outras categorias