TIAGO BETTENCOURT

TIAGO BETTENCOURT

Autor de várias composições de referência da nova música portuguesa, foi há mais de dez anos que embarcou naquela que seria a sua primeira aventura em estúdio, com os Toranja, marcando para sempre o panorama musical português.

A riqueza da simplicidade dos seus poemas e melodias depressa captou a atenção do público, com os álbuns Esquissos e Segundo. Temas inesquecíveis como Carta e Laços são indissociáveis da sua voz marcante. Em 2006 os Toranja anunciam uma pausa prolongada e é então que Tiago Bettencourt parte para o Canadá. Tendo como banda de apoio os Mantha, grava o álbum Jardim, com produção de Howard Billarman (Produtor de Funeral dos Arcade Fire), editado em 2007 com êxitos como Canção Simples, O Jogo, O Lugar e O Jardim. Em 2010, é editado Em Fuga, também com produção de Howard Bilerman, com o single Só Mais Uma Volta e canções como Chocámos Tu e Eu ou Caminho de Voltar. A mesma edição exclusiva CD DVD contém imagens inéditas de estúdio durante a gravação de Em Fuga, juntamente com um concerto ao vivo que inclui também músicas de O Jardim. No final de 2011 é editado Tiago na Toca e os Poetas. Neste álbum, que surge acompanhado de um livro, Tiago musica poemas de autores portugueses como Florbela Espanca e José Carlos Ary dos Santos, na companhia de amigos como Carminho, Camané, Pedro Gonçalves (Dead Combo), entre outros. A 26 de novembro de 2012 chega às lojas Acústico, uma imensa celebração onde reúne os convidados Lura e Jorge Palma, e munido dos melhores momentos de uma carreira exemplar assinala um percurso de uma década de muitas experiências e sucessos reveladores de uma das maiores vozes nacionais e de um dos grandes autores da sua geração. Em 2014, Tiago Bettencourt apresenta o novo disco Do Princípio, contando com três colaborações de luxo, Jacques Morelenbaum, Mário Laginha e Fred Pinto Ferreira, além dos seus músicos habituais. Neste disco Tiago renova-se apresentando, entre outros, os surpreendentes Aquilo Que Eu Não Fiz, Morena e Maria. 2015 e 2016 foram anos dedicados à apresentação ao vivo deste último álbum, concertos onde não faltaram todos os grandes sucessos da sua carreira. 2017 fica marcado pelo lançamento do seu novo disco A Procura, uma viagem incessante em que Tiago Bettencourt nos guia ao longo desde sexto disco da sua carreira, entre a acústica trovadoresca, a pop e as eletrónicas discretas. Um disco marcado pelas colaborações de Márcia, Vanessa da Mata e os singles Se Me Deixasses Ser, Partimos a Pedra e Diz Sim feat. Vanessa da Mata. A Procura reflete ao longo das suas 11 canções esta busca incessante do artista pelos vários quadrantes musicais caraterísticos do próprio e mais além ainda. De resto, as letras têm o dom de nos transportar numa visão, num sentimento e para determinados momentos, porque são os momentos que nos definem, nesse instante perene no qual o tempo e o espaço parecem não existir, que reforçam o cunho próprio deste vocalista, multi-instrumentista e produtor.


Explorar outras categorias